Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

Ainda sobre o Banco Central

Imagem
Não tenho como evitar de colocar nesse blog um pequeno artigo do Prof. Ricardo Carneiro publicado no site "Agência Carta Maior" sobre a manunteção dos juros pelo BC brasileiro, exatamente como eu tinha dito no post anterior. Vejamos o artigo:


Um Banco Central peculiar A todos, exceto os beneficiários de sempre, deve estar ocorrendo perguntar o que nos torna tão particulares a ponto de irmos na contra-mão das decisões dos principais bancos centrais do mundo, cuja atitude, diante da ameaça de uma crise de grande intensidade, tem sido a de reduzir suas taxas de juros básicas. A análise é de Ricardo Carneiro. Ricardo Carneiro* Os brasileiros, que por ofício ou necessidade, acompanham a evolução das economias internacional e brasileira devem estar dando tratos a bolas para entender a recente decisão do Banco Central do Brasil em manter a taxa de juros, no extravagante patamar de 13,75% ao ano. A todos, exceto os beneficiários de sempre, deve estar ocorrendo perguntar o que nos torna…

Nosso Banco Central na contramão da história.

Imagem
Hoje nem estava pensando em escrever no blog. Na verdade estava pegando algumas listas de Métodos Quantitativos para resolver (esse mestrado que não termina...), mas quando acesso a internet e a primeira coisa que vejo é uma matéria falando que nosso BC manteve a Selic nos atuais 13,75% , não deu outra, tenho que falar alguma coisa senão eu explodo!
Algumas coisas são surpreendentemente previsíveis, como as ações do BC brasileiro, que a única atitude que sabem fazer é elevar os juros, mas essa de hoje foi demais. Enquanto o mundo inteiro tomou como procedimento a redução das taxas de juros, numa tentativa clara de diminuir os efeitos do desequecimento da economia mundial diante da atual crise financeira, nosso Banco Central adotou uma postura completamente diferente (tá certo que não elevou, mas aí já era demais!). Sinceramente não sei o que passa na cabeça (ou nas mãos) dessas pessoas. Uma coisa eu sei: com um BC desses atrapalhando nosso meio de campo, pra que se preocupar com a cris…

Petróleo barato vai acabar com o mundo?

Imagem
No post anterior disse que o mundo seria salvo pelo baixo preço do petróleo atualmente. Nessa situação, promoveria a redução generalizada dos preços, pois fretes, insumos e outros fatores teriam seus preços reduzidos, viabilizando o consumo em cash frente a escassez de crédito.
Agora quero falar aqui do outro lado (mais preocupante) do preço baixo do petróleo: a tendência de elevação da poluição.
Enquanto estávamos vivendo sob os auspícios do petróleo caro, o mundo corria para reduzir sua ânsia pelo óleo. Montadoras passaram a intensificar seus investimentos em veículos híbridos, elétricos, e em outras fontes de energia limpa.
Não só as montadores, basicamente toda a indústria necessita de petróleo como insumo, até a indústria de cosméticos e de alimentos! Todos estavam na busca por reduzir seu consumo, menos por questões ambientais e mais por questões econômicas. Mas e agora? Como a indústria reagirá frente a esse momento de petróleo barato?
Meu temor agora é com a redução dessa pre…

Petróleo barato vai salvar o mundo?

Imagem
Nesses dias que estamos assistindo o mundo financeiro desabar, com perdas incacreditáveis até bem pouco tempo atrás, um outro movimento está acontecendo, mas poucas pessoas estão comentando: O preço do petróleo está despencando.
Em julho de 2008 o preço do petróleo negociado em Londres atingiu o pico de US$ 131,00 o barril. Muito bem, hoje o preço negociad0 na mesma bolsa fechou em US$ 59,27. Uma perda fantástica de mais de 50% em apenas 3 meses!
Esse movimento de retração, natural dado as perspectivas de desaquecimento da economia mundial para o próximo ano, pode dar alguns sinais interessantes sobre algumas economias.
Primeiro vejamos o caso dos maiores produtos de petróleo do mundo, o mundo árabe. Aquele ritmo de crescimento vertiginoso que eles estavam vivendo, terão que ser completamente refeitos, pois sua moeda agora vale muito menos (e com uma forte tendência de queda ainda). Aquelas cidades, como Dubai, que detinha quase a metade das gruas do mundo em funcionamento, certamente…

HTC vem com tudo...

Imagem
Algumas empresas têm a capacidade de se reinventar em pouco tempo, com uma capacidade incrível de se ajustar, e até mesmo, surpreender o mercado. Sem sombra de dúvida, uma delas é a HTC.
Na minha opinião, principalmente por ser usuário de um de seus produtos (o Touch), ela é uma das melhores fabricantes de smartphones do mundo. Na verdade mesmo, é a melhor!! Vejamos o porquê da minha admiração pela marca.
Primeiro porque os aparelhos da marca são de qualidade. São produtos muito bons, bem acabados, bonitos e funcionais. Segundo, porque seguem (e em alguns casos ditam) algumas tendências. Antes mesmo do lançamento do iPhone, a HTC já tinha um aparelho com a mesma tecnologia touch, mas com inúmeros recursos bem a frente do aparelho da Apple.
A terceira razão da minha admiração é por causa de seu sistema operacional, o Windows Mobile. Na verdade, ele é o coração dos aparelhos, muito intuitivo, funcional e fácil uso para nós, usuários do windows a muitos anos. Sem contar que está na sexta…

Os bancos dizem: viva o ESTADO!!!!!

Cadê os defensores do Estado Mínimo? do Neoliberalismo? das Forças Naturais do Mercado? da não intervenção do Estado na economia? Sumiram todos envergonhados!!!! Passamos muitos e muitos anos escutando de todos os lados, da televisão, políticos (alguns), estudiosos (também alguns), revistas, etc. que a única saída para a economia poder crescer, atingir sua plenitude produtiva, seria através da adoção do Estado Mínimo, das privatizações. Os exemplos dados vinham sempre da Europa (principalmente Inglaterra) e dos Estados Unidos, apontados como os melhores modelos de mercado pelos quais o Brasil (e o restante do Mundo) deveriam seguir. Como as coisas mudaram! Neste final de semana parece que todo o mundo esqueçeu tudo que disseram nas duas últimas décadas. Hoje fomos surpreendidos com as notícias de que vários governos da Europa, particularmente Inglaterra, Alemanha, França, e outros estavam ESTATIZANDO os bancos com o objetivo de salvá-los da bancarrota. Passei o dia esperando que alguma …

Quem tem medo do Google?

Imagem
No mês passado o Google lançou (mais) dois novos produtos no mercado, um voltado para a telefonia móvel e outro nos navegadores de internet. Esses dois lançamentos provocaram muito barulho no mercado, alguns chegaram a dizer que o Google estava querendo dominar a internet com o Chrome e agora também o setor de telefonia, com o G1-Android. Mas qual a razão de tanto barulho, principalmente, qual a razão de tanta desconfiança negativa com a empresa? Na minha forma de ver a principal razão está não nos seus produtos em si, mas na forma como eles são disponibilizados no mercado, ou seja, gratuitamente. Vejamos por parte. No caso do G1, na verdade o produto em si não é da Google, mas o soft que roda no produto, o Android. O Android vai concorrer diretamente com a gigante Microsoft, a Apple, a RIM, etc, mas de uma forma inusitada, fornecendo gratuitamente seu produto para quem quiser, sem nenhuma cobrança de taxa ou algo parecido! Bem ao estilo Google de ser! Neste sentido, a empresa entra em …

Crise, Meio Ambiente e ilusão.

Imagem
Toda essa discussão sobre a crise financeira que abala o capitalismo tem me causado outro tipo de preocupação, muito mais importante e real do que a queima de "dinheiro virtual" dos últimos dias, que é o meio ambiente. Ou melhor, a falsa dicotomia entre meio ambiente e crescimento econômico. Desde que nascemos somos levados a crer que o dinheiro é capaz de transformar tudo ao nosso redor. Basta ter dinheiro que todas as necessidades e fantasias podem ser realizadas. Basta ter dinheiro que tudo é possível. Em outras palavras: a única coisa que é finita, que é escassa é o dinheiro. Todas as demais coisas são ilimitadas, e o limite das coisas é dado pelo limite do dinheiro que se tem disponível. Mas analisando bem essa relação, tirando as amarras da ilusão econômica, é fácil perceber que a única coisa que não possui limite, escasses, é o dinheiro. Todas as demais coisas são limitadas. Quando compramos qualquer coisa, essa coisa não é infinita, sua matéria prima tem como base algu…

Não tenho como não falar da CRISE II

Imagem
O mundo está em transe! Esta semana o mundo pareceu que estava chegando ao fim. Mesmo com todas as ações dos governos que já foram feitas, prometidas, etc, nada parece dar resultado. Mas tem alguma coisa muito errada nisso e ninguém está percebendo (ou fingindo que não percebe). O que ninguém questiona é uma coisa muito simples: Porque temos que ajudar o mercado financeiro se eles sempre criticavam quando o governo ajudava outros setores da economia? Era só um setor afirmar que estava em crise, que necessitava de ajuda para manter a economia real funcionando que os apologistas do mercado financeiro logo ligavam seus megafones e clamavam contra a heresia do governo se intrometer no todo poderoso mercado. Para eles, uma intromissão do governo no mercado beirava uma blasfêmia!! Agora, tudo mudou! Por mais que os governos despejem dinheiro no mercado financeiro, eles pedem mais. Nessa semana o mundo já brindou o mercado com bilhões de dólares, e nada. Querem mais e mais... Na verdade, dever…

Não tenho como não falar da CRISE!

Imagem
Para onde quer que se olhe, um tema tem tomado o mundo de assalto: a crise financeira global. Para muitos, uma crise anunciada, para outros, o fim de um ciclo de crescimento baseado no nada, outros ainda vêem com surpresa o que está ocorrendo no mundo. A única unanimidade parece ser a certeza de que o mundo não passará inócuo a esta crise que teve como epicentro o mercado financeiro americano. Vivemos em um mundo onde o mercado financeiro assume um papel fundamental no movimento da economia. Na minha opinião, um papel muito maior do que ele tem de fato, por uma simples razão: dinheiro não cria valor! Dinheiro é papel, logo, não é capaz de, por si só, fazer nada. Na verdade é a combinação de dinheiro e trabalho que geram valor, geram riqueza, produtos e serviços para a sociedade. Então, porque tanto sofrimento por um pedaço de papel? Desde que nascemos somos bombardeados com a idéia de que é o dinheiro que faz, que pode, que faz e acontece no mundo. A verdade não é bem assim. A verdade é…

Passada as eleições, trabalho!

Fim de mais um ciclo eleitoral em várias cidades do país, incluindo ai minha Natal. A vontade popular escolheu renovar quase a metade da Câmara Municipal e eleger um candidato de oposição a atual gestão para o Governo Municipal.
Cabe lembrar que ainda faltam alguns meses para a posse dos eleitos, portanto, não é tolerável aos que ainda estão no poder abandonem a cidade até lá. Portanto, vamos continuar trabalhando, afinal de contas, até o último dia todos receberão seus salários!!!
Aos novos, seria mutio bom começarem a estudar os desafios que terão pela frente, uma vez que problemas a cidade têm de sobra, seja no transporte, no trânsito, saúde, educação, etc.
Um tema passou despercebido durante a campanha, até por aparecer como um tema somente pertinente ao governo federal, que é a crise no centro do capitalismo mundial. Disso podemos fazer algumas consideraçõees, pois grandes mudanças acontecerão num futuro próximo, pois, acredito, a partir do próximo ano teremos tempos mais difícei…

Eleições, transporte, avanços...

Estamos a poucas horas das eleições municipais. Momento importante para definição de alguns rumos das nossas vidas, já que são os Vereadores e Prefeitos que interferem em temas que afetam nosso cotidiano, como trânsito, transporte, limpeza urbana, entre outros.
Pois bem, no que se refere ao transporte e o trânsito, temos grandes desafios pela frente. Se por um lado temos o crescimento da frota de veículos privados, impulsionados pela oferta de crédito (que a partir do estouro da bolha imobiliária americana deverá minguar...), e por uma cultura que cultua o carro acima de muitas outras prioridades, por outro, o transporte público aparece como um meio de transporte exclusivo para as massas menos favorecidas economicamente e que, portanto, não dispõem de recursos financeiros para se libertarem desse "transtorno" e comprarem seu carro particular.
A questão, ao meu ver, não está na posse ou não do veículo privado, mas no uso que se faz dele. Ou esja, para uma pessoa que trabalha,…

Tecnologia

Imagem
Hoje a Nokia lançou seu concorrente ao iPhone, o Nokia Tube, como vem sendo chamado. Podem esperar pra ver, como a poderosa do mundo da mobilidade, a Nokia vai dar um "banho" no smartphone da Apple. As primeiras informações que foram divulgadas já mostram que esse novo aparelho vem pra competir em pé de igualdade (e em muitos aspectos muito superior) ao iPhone. Outra empresa que vem se superando a cada dia é a htc. Com seus mais novos lançamentos, entre eles o Touch HD (que na minha opinião é o melhor aparelho já apresentado nos últimos tempos), sem contar com o G1, seu smartphone produzido com a Google, quem vai ter que se cuidar mesmo é a Apple. Pena que esses aparelhos ainda não chegaram ao Brasil, mas quando chegarem, estarei lá pra conferir e, se Deus ajudar, comprar!!!!!
Abraços em todos!

Chegando...

Essa é uma nova experiência na minha vida, estou iniciando meus passos no mundo dos blogs!!
Quero apenas agradecer as futuras (espero!) visitas ao blog. Como estou começando agora, não tenho ainda tanta certeza do que pretendo escrever, mas certamente serão temas relacionados a economia, transporte público, comércio exterior, tecnologia e smartphones...
Obrigado a todos!