Eleições, transporte, avanços...

Estamos a poucas horas das eleições municipais. Momento importante para definição de alguns rumos das nossas vidas, já que são os Vereadores e Prefeitos que interferem em temas que afetam nosso cotidiano, como trânsito, transporte, limpeza urbana, entre outros.
Pois bem, no que se refere ao transporte e o trânsito, temos grandes desafios pela frente. Se por um lado temos o crescimento da frota de veículos privados, impulsionados pela oferta de crédito (que a partir do estouro da bolha imobiliária americana deverá minguar...), e por uma cultura que cultua o carro acima de muitas outras prioridades, por outro, o transporte público aparece como um meio de transporte exclusivo para as massas menos favorecidas economicamente e que, portanto, não dispõem de recursos financeiros para se libertarem desse "transtorno" e comprarem seu carro particular.
A questão, ao meu ver, não está na posse ou não do veículo privado, mas no uso que se faz dele. Ou esja, para uma pessoa que trabalha, por exemplo, o dia inteiro no escritório e pouco sai desse local, o uso do carro no deslocamento casa-trabalho-casa aparece como algo desnecessário, dado que os valores gastos são elevados para a sociedade. Na verdade, quando se usa o carro (ou moto) nesse tipo de situação, as deseconomias são muito elevadas, tais como a poluição gerada, a ocupação do espaço nas vias, o gasto energético, risco de acidentes, etc.
O transporte público é na verdade a melhor opção para a sociedade, principalmente quando se pensa nas questões ambientais, de segurança, energéticas, de tempo, entre outras. Os melhores exemplos estão na Europa, em vários países da América Latina e na Ásia. Inúmeras ações nesses lugares estão sendo tomadas para reduzir o número de veículo nas ruas, estimulando o transporte público e o uso de meios de transporte não motorizados, como a bicicleta.
As soluções para todos os problemas passam por nossas mãos. Em muitas ocasiões, bastam gestos simples para fazer uma grande diferença, e o gesto de votar, embora simples, representa a possibilidade de nos trazer grandes avanços. Cabe a cada um de nós fazer sua parte!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pequena Introdução ao Desenvolvimento: enfoque interdisciplinar

Porque apoiar políticas de desenvolvimento regional? Idéias sobre alguns dos dilemas atuais do desenvolvimento brasileiro.

Por que as nações fracassam: as origens do poder, da prosperidade e da pobreza