HTC vem com tudo...

Algumas empresas têm a capacidade de se reinventar em pouco tempo, com uma capacidade incrível de se ajustar, e até mesmo, surpreender o mercado. Sem sombra de dúvida, uma delas é a HTC.
Na minha opinião, principalmente por ser usuário de um de seus produtos (o Touch), ela é uma das melhores fabricantes de smartphones do mundo. Na verdade mesmo, é a melhor!! Vejamos o porquê da minha admiração pela marca.
Primeiro porque os aparelhos da marca são de qualidade. São produtos muito bons, bem acabados, bonitos e funcionais. Segundo, porque seguem (e em alguns casos ditam) algumas tendências. Antes mesmo do lançamento do iPhone, a HTC já tinha um aparelho com a mesma tecnologia touch, mas com inúmeros recursos bem a frente do aparelho da Apple.
A terceira razão da minha admiração é por causa de seu sistema operacional, o Windows Mobile. Na verdade, ele é o coração dos aparelhos, muito intuitivo, funcional e fácil uso para nós, usuários do windows a muitos anos. Sem contar que está na sexta geração, ele possui uma infinidade de programas gratuitos e pagos, tornando seu uso sempre mais cheio de opções.
Uma quarta razão é sua abertura para novas tecnologias. Digo isto por causa do lançamento do G1, o primeiro telefone com o Android, o sistema desenvolvido pela Google e aberto ao mundo de forma gratuita para quem quiser adotá-lo, modificá-lo, ou criar outros programas a partir dele.
Nos exemplos acima temos o Touch HD, o Touch Pro e o G1. Pelo que tenho visto, são aparelhos fantásticos, particularmente o HD. Um concorrente de peso (e muito superior) ao iPhone, que é mais marketing do que outra coisa (basta lembrar das filas de compra do aparelho formada por atores contratados!). O Pro chegou para diminuir o potencial barulho causado com o lançamento do Sony Xperia. O que o Pro tem de bom é seu teclado completo, ideal para aquele tipo de usuário adepto de longas escritas, como em e-mails ou sms e disconfiado dos teclados virtuais desses aparelhos touch screen. Enfim, chega para brigar pela fatia do mercado corporativo, e nisso tem como concorrente de peso a Blackbarry.
O G1 é uma promessa, mas pelos vídeos disponíveis na internet, trará uma boa dor de cabeça para quem pretende comprar um smartphone futuramente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Processo de Industrialização: do capitalismo originário ao atrasado

Por que as nações fracassam: as origens do poder, da prosperidade e da pobreza

Pequena Introdução ao Desenvolvimento: enfoque interdisciplinar