Petróleo barato vai acabar com o mundo?


No post anterior disse que o mundo seria salvo pelo baixo preço do petróleo atualmente. Nessa situação, promoveria a redução generalizada dos preços, pois fretes, insumos e outros fatores teriam seus preços reduzidos, viabilizando o consumo em cash frente a escassez de crédito.
Agora quero falar aqui do outro lado (mais preocupante) do preço baixo do petróleo: a tendência de elevação da poluição.
Enquanto estávamos vivendo sob os auspícios do petróleo caro, o mundo corria para reduzir sua ânsia pelo óleo. Montadoras passaram a intensificar seus investimentos em veículos híbridos, elétricos, e em outras fontes de energia limpa.
Não só as montadores, basicamente toda a indústria necessita de petróleo como insumo, até a indústria de cosméticos e de alimentos! Todos estavam na busca por reduzir seu consumo, menos por questões ambientais e mais por questões econômicas. Mas e agora? Como a indústria reagirá frente a esse momento de petróleo barato?
Meu temor agora é com a redução dessa preocupação e a retomada no consumo do petróleo como fonte de energia, por exemplo. Até os americanos que estavam largando seus carrões bastadores em casa e comprando veículos que consomem menos combustível, nesse novo quadro, talvez as coisas começem a mudar, para pior.
Será que toda aquela luta em defesa da redução do consumo de combustíveis fósseis vai ser jogada de lado, ou usaremos o petróleo barato para recuperar a economia em crise? Quem disse que a vida é fácil...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Porque apoiar políticas de desenvolvimento regional? Idéias sobre alguns dos dilemas atuais do desenvolvimento brasileiro.

Pequena Introdução ao Desenvolvimento: enfoque interdisciplinar

Por que as nações fracassam: as origens do poder, da prosperidade e da pobreza