Orkutização do twitter e a inclusão digital: Duas faces da mesma moeda.


Para aqueles que usam o twitter, é perceptível que nos últimos tempos o número de pessoas entrando nessa rede tem crescido significativamente. Esse é um fenômeno que vejo por duas vertentes: a primeira, a do fenômeno em si, ou seja, com a exposição diária na grande mídia sobre tal rede social, é natural que mais e mais pessoas queiram conhecer a "mais nova maravilha do mundo virtual". A segunda vertente é a mais importante, ou seja, que mais e mais pessoas estão tendo a oportunidade e o acesso aos computadores e a internet.

Esse fenômeno da chega massiva de novos usuários no twitter tem gerado, no Brasil, uma reação, de certo modo preconceituosa, que não admite que "seus brinquedos" sejam socializados com os emergentes no mundo da internet. A "orkutização do twitter" é um dos termos geralmente usados por aqueles que criticam a chegada desses novos integrantes da rede mundial de computadores.

Vivemos um Brasil que mudou significativamente nos últimos anos, particularmente em função da chegada das classes C e D ao mundo do consumo. São contingentes enormes de pessoas que estiveram por gerações à margem do consumo e, com o atual governo, conseguem romper tais barreiras e ter acesso, inclusive, ao supra-sumo atual, a internet. O Orkut foi o primeiro passo dos novos usuários da rede, mas que agora começam a desbravar novas fronteiras, e o twitter, para desespero de alguns, tem sido o local escolhido.

Não se iludam, esse é apenas o início de uma grande revolução que o país está conhecendo. As empresas começaram a entender que essas pessoas estão "famintas" por consumo, e é um grande mercado que se abre. Afinal, somente nos últimos anos, mais de 24 milhões de brasileiros deixaram a pobreza e começaram a conhecer um mundo novo, repleto de oportunidades, dentre elas, e a mais importante como ferramenta de informação e conhecimento, a internet.

Que venha a orkutização da internet!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pequena Introdução ao Desenvolvimento: enfoque interdisciplinar

Por que as nações fracassam: as origens do poder, da prosperidade e da pobreza

Porque apoiar políticas de desenvolvimento regional? Idéias sobre alguns dos dilemas atuais do desenvolvimento brasileiro.